músic

sexta-feira, 20 de maio de 2011

bastou força de vontade




Sinto-me como um nada e nem sequer sei porque. Sinto-me como se tudo o que faço fosse uma perda de tempo, uma falta de imaginação. Sinto-me mal no meio de tanta gente com tantas mais possibilidades do que eu. Sinto-me vermelha no meio de tantos amarelos. Sinto-me excluida e tudo porque mudei de rumo a minha vida, porque quis ser mais crescida e pensar de outra maneira. Ser diferente de todos eles. E sim, resultou, mas enquanto todos eles aproveitaram o bom da vida, eu lamentava-me porque jamais iria a tempo. Começei a ver a minha vida toda a andar para trás. Só conseguia pensar no que tiverá feito, no quão estúpida que fui, por me ter metido naquela má vida. Mas felizmente abri os olhos a tempo e afastei-me daquilo que tão mal me fazia. Tive de imediato tudo o que precisa para conseguir reconstruir a minha vida e assim o fiz. Fiz novas amizades, construi um novo caminho, pensava eu que, sem pedras. Na minha cabeça, tudo estava perfeito e era assim que iria continuar. Mas eu, eu sou uma rapariga, uma rapariga como todas as outras e passados dois anos, estava mais que na altura de voltar a arriscar e assim o fiz. Correu bem e durou um mês. Chorei, chorei muito. Mas novamente, devido a todas as pessoas que me acompanharam e que me ajudaram, novamente reconstrui a minha vida. De uma brincadeira, novamente arrisquei. Sabia eu que iria ser sério, que iria durar o tempo que durou. Era pura e simplesmente brincadeira até ao momento em que se tornou sério, mas como tudo na vida, acabou. E mais uma vez, devido a todas as pessoas que me acompanharam e me ajudaram, novamente reconstrui a minha vida, sem qualquer pensamente de voltar a arriscar. Mas, de um dia para o outro, aconteceu. Nunca fui feliz, nunca me senti totalmente bem, nunca tive confiança suficiente, nunca sorri apaixonada, mas sobretudo, nunca fui amada. Aqui, dei por concluido o meu processo de tentativas. Até que novamente, uma surguiu e eu, com as minhas mais sinceras palavras te peço para que não deixes nada disto acabar. São três meses, não são três anos! (...)  Hoje, começou uma nova etapata em que ninguém começou comigo. Porque se fui capaz de passar do fim do poço para mais de meio, ultrapassando todas as dificuldades sozinha, adquirindo tudo o que precisava,  também sou capaz de chegar até a cima. Agora, se és feliz, junta-te a mim, se és infeliz, afasta-te de mim, pois alguém me disse que isso é contagioso!

49 comentários:

  1. adorei, escreves mesmo bem , e fiquei com uma lágrima no olho também por causa da música !
    força para a vida *

    ResponderEliminar
  2. so queria um bocado da tua coragem

    ResponderEliminar
  3. Sim a infelicidade é contagiante, tal como a felicidade. Mas a felicidade ainda bem que o é, já a infelicidade não é tão bom.

    ResponderEliminar
  4. Quem disse que a vida é fácil? De cada vez que falhamos ou nos fazem falhar é mais um degrau que subimos na vida. Fico agradado por teres conseguido ver o que estava mal e traçado novos rumos para ti. A vida é assim, com altos e baixos e sobretudo com muitos obstáculos que devemos saber ultrapassar. Como? com a humildade do aprendiz que mais tarde se tornará sábio, com a nossa vontade de ir sempre mais longe e de não nos conformarmos com as situações, com o nosso amor próprio.Um dia vais compreender que mesmo quando amamos e nos amam, nada está defenido. temos sempre que ir traçando novos rumos, novos incentivos e usar a tolerancia, a sinceridade e a verdade e não nos desviarmos da nossa estrada, não nos enfiarmos por caminhos tortuosos que não nos levam a lado nenhum. DEvemos parar e pensar quando encontrarmos um obstáculo,sabermos fazer as perguntas certas e escutar as respostas, pois deste modo a nossa decisão será porventura a mais correcta.
    Gostei do teu post!

    bjs

    ResponderEliminar
  5. adorei, está lindo!
    a última frase está espectacular (:

    ResponderEliminar
  6. de nada mesmo meu anjo*

    ResponderEliminar
  7. é mesmo, acredita!
    eu tenho pena, :s

    ResponderEliminar
  8. mas eu não me sinto muito confortável com esta situação :s

    ResponderEliminar
  9. hó, não são nada de especial minha querida :)
    mas obrigada **

    ResponderEliminar
  10. agora não estou a ver de que tenha saudades meu anjo :s
    sinto falta de falar com essa pessoa, :o
    ai sou? pois sou, mas temos sempre fraquezas *

    ResponderEliminar
  11. digo-te com todo o gosto querida*
    http://weheartit.com/

    é aí (:

    ResponderEliminar
  12. como eu faço do meu blog uma verdade, como sei que quem vai ler nao me conhece, nao tenho emdo de dizer a verdade toda que sinto, por isso ter acreditado em todas as palavras rescritas

    ResponderEliminar
  13. eu ontem mandei-lhe uma mensagem a dizer tudo o que sentia, :s
    ainda não obtive resposta do lado dele :|
    tinha cada palavra para mim, aiii :o

    ResponderEliminar
  14. Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

    ResponderEliminar
  15. que querida :) está lindo!

    ResponderEliminar
  16. eu sei que não, mas pelo menos tentas e consegues :)

    ResponderEliminar
  17. virar a página. muito bem. e vivam os calções :)

    ResponderEliminar
  18. obrigada. :)
    também estou a seguir

    ResponderEliminar
  19. Obrigada (:
    pelo que já vi do teu blog, gostei mesmo muito.

    ResponderEliminar
  20. ohhh obrigada! também és bonita!

    ResponderEliminar
  21. e vais continuar a conseguir :)

    ResponderEliminar
  22. gosto do teu blog , e vou seguir :)
    segues o meu tambem ?
    beijinho *

    ResponderEliminar
  23. sim estou a perceber, escreves de modo a tentares-te mentalizar de uma coisa que por um lado podia ser verdade e que querias ser verdade, eu entendo o teu lado... muitas vezes tambem escrevo coisas e digo coisas que nao sinto tipo de '' cabeça quente''...

    ResponderEliminar
  24. sim princesa , mas primeiro é a mariana . depois és tu (:
    mas só para a semana . agora não me dá jeito , tenho que estudar -.-'

    ResponderEliminar
  25. vais ver que sim. Obrigado :)

    ResponderEliminar
  26. na realidade nos problemas ate temos, mas muitas vezes sao completamente desnecessarios, as vezes é o outro lado que nos da ''aso'' a que eles existam, na realidades eles nao teem que existir, por vezes ate sao feitos propositadamente, muitas vezes nao sabemos em quem confiar em quem acreditar, muitas vezes iludimo-nos na incerteza a questao esta ai

    ResponderEliminar
  27. de nada e obrigada eu (:

    ResponderEliminar
  28. ora essa, de nada. (:

    ResponderEliminar
  29. obrigada querida, gosto muito do teu texto *

    ResponderEliminar
  30. obrigada *-*
    adorei o texto, escreves muito bem *

    ResponderEliminar
  31. obrigada , está mesmo ?

    ResponderEliminar
  32. ai o erro tambem vem de nos, nos e que damos tudo por tudo,um dia disseram-me '' dar papeis grandes a pessoas pequenas nao resulta'' e o que nos acontece muitas vezes'' , eu nao escrevo bem, alias troco tudo o que digo, tanto agora digo branco como daqui a pouco digo preto, talvez porque a vida me tenha porpocionado mudanças muito repentinas e eu ainda sou demasiado nova (16 anos ainda sou uma criança), para as conseguir enfrentar, e neste momento luto por aquilo que quero, mas para lutar por isso tenho que deixar tudo de lado ou seja nao tenho apoio de ninguem, ou quase ninguem, porque tudo que vem de fora me protege, aos olhos dos meus amigos, sou a menina pequenina que tem de ser cuidada e protegida, entao torno-me mimada, e neste momento deixei isso de parte pensei que a vida e feita de erros e complicaçoes e eu tenho que as saber enfrentar sozinha, porque um dia se esses nao sao eu estarei sozinha, e ai vai ser bem pior... ( desculpa desabafar, mas acho que te vejo um bocado na minha situaçao)

    ResponderEliminar
  33. não tens que agradecer querida :)

    ResponderEliminar
  34. é que odeio mesmo merrell e timberland

    ResponderEliminar
  35. Boa sorte para esta nova fase da vida.
    Sabes que quanto mais erramos, mais aprendemos, por isso não tens de te arrepender de nada. A isso chama-se crescer :)

    ResponderEliminar
  36. Tento que os meus comentários tragam um pouco da minha experiencia de vida. Sei perfeitamente como é a juventude actual, que tudo ama sem nada amar. Muito cedo começam numa entrega cega por uma beleza que está lá e não está, porque apenas não a sabem procurar, não querem compreender e muito menos questionar. Quando dão por ela vêm apenas que amaram uma ilusão.E depois só há a dor e muitas vezes a revolta.

    beijinhos

    ResponderEliminar
  37. pois exacto. eu nao disse nada lol

    ResponderEliminar

sem medos, nem vergonhas, todos somos seres humanos.