músic

quinta-feira, 19 de maio de 2011

ps: i love you





« Obrigada por este dia, muito obrigada mesmo! » 
Sei que não é fácil, nem para ti nem para mim, mas ambos queremos muito isto, é o que mais queremos e se assim o é, assim o será, assim o foi. É difícil resistir, é difícil viver com o « não pode acontecer », mas tem mesmo de ser. Nem eu nem tu, queremos correr riscos. E para não correr(-mos) esses riscos tudo terá de ser feito à regra, sem um mínimo descuido, sem uma mínima tentação, sem um único brusco olhar. Foi difícil até agora e mentaliza-te para o pior, pois agora que este conto de fadas, novamente, se tornou real, as impaciências voltaram, a vontade de passar vinte e quatro horas por dia, sete dias por semanas juntos vai aumentar cada vez mais, tudo porque? Tudo porque ambos sabemos que não pode acontecer mais, não pode passar disto, desta simples "brincadeira de escondidas", assim como fazíamos na primária, para que ninguém, ou melhor, os professores não nos apanhassem. Acredita que tudo o que escrevo e tudo o que te digo é literalmente real, literalmente verdadeiro. E se é isto que eu quero, se é isto que me faz feliz, é por isto que eu vou lutar!

ps: i love you


5 comentários:

  1. Obrigada Claudia :) Para ser sincera, tenho vindo ao teu blog, vezes sem conta. Bem, cada vez que publicas um post novo. Reparo que o teu jeito mantem-se, mas que a escrita está muito mais desenvolvida, e também, crescida. Posso acrescentar, que gosto, e que continues. Apenas, não dou uma opinão, não deixo qualquer rasto meu, por aqui, por falta de coragem. Se bem, que sei, que de cobarde, não tenho nada! Mas, sinceramente, não sei, porquê, que nada digo... Mas, continua, que estás muito bem! MIL BEIJINHOS CLAUDIA :)

    ResponderEliminar
  2. adorei :)sigo ! Fazes o mesmo ?

    ResponderEliminar
  3. olá gostei do teu blog.

    bgda por teres passado no meu e teres comentado.

    também vou seguir o teu e nos proximos postes deixar o meu comentário

    ResponderEliminar
  4. Identifico-me tantooo! * Segui!

    ResponderEliminar

sem medos, nem vergonhas, todos somos seres humanos.