músic

segunda-feira, 30 de maio de 2011

passado, morto e enterrado



Porquê? Porque é que tu disses-te aquilo? Porque é que eu sou assim?  Porque é que, simplesmente, não te ignoro e continuo o resto do dia, sem sequer pensar que falei contigo? Porque? Porque é que ainda me dou ao trabalho de falar contigo, convosco? Que querem vocês dizer com esses olhares, com esses gestos, com esses risos? Que querem vocês de mim? Ou melhor, que tentam vocês esconder-me? Sim, eu sei perfeitamente que não dá, que é uma perda de tempo e que eu sou uma chata, já me mentalizei disso. Mas, uma  vez na vida, compreendam-me e digam-me, em vez de aproveitarem isso, esses momentos como o de hoje para se rirem, para gozarem. Cresçam! Não é que eu seja muito grande, mas cresçam, tornem-se alguém! E se vos interessa saber, por mais que eu goste dele, não insistirei mais. O que tivemos foi passado, morto e enterrado!
PS: e se foi isto que todo este tempo me tentaram dizer, parabéns, não conseguiram, pois fui eu que cheguei lá sozinha.

6 comentários:

  1. Ignora essas pessoas, e LUTA por ele!
    Pq quando o conseguires, elas vao-se sentir abaixo de cães mesmo...
    FORÇA

    ResponderEliminar
  2. Pelo que vi a decisão será porventura a mais acertada.

    bjs gostei

    ResponderEliminar
  3. Querida, como tive problemas com o outro blog, tive de criar outro, mas os textos estão lá todos, até os antigos.
    Aqui fica o novo link: http://inesbferreira6.blogspot.com/
    Obrigada pela compreenção e muitos Beijinhos!

    P.s Podes continuar a seguir* todos os textos :)

    ResponderEliminar
  4. Anónimo7.6.11

    forçaaaa, :D

    http://wordsonthewind-ana.blogspot.com/

    ResponderEliminar

sem medos, nem vergonhas, todos somos seres humanos.