músic

quinta-feira, 7 de abril de 2011

amo-te e amo-te ♥




Se estava frio ou calor, eu queria lá saber, só queria ir minimamente bonita nesta nossa segunda quarta-feira, nesta quarta-feira que muito prometia, mas que eu não sabia. Arranjei-me, como normalmente. Fiz a mochila para a escola. Tomei o pequeno-almoço. Lavei os dentes e fui embora, pois tinha um longo dia a minha frente. Sim, é verdade, foi mesmo um longo dia, um excelente dia, o melhor dia! O dia aparentava uma coisa normalíssima, até ao momento em que ficámos, calmamente, a olhar para o relógio até que passassem cinco minutos. Foi então, quando o ponteiro bateu no número doze, eram precisamente cinco horas e dez minutos, que uma pergunta deveras assustadora surgiu. Confesso que, não estava mesmo nada a espera que fosse naquele dia, aquela hora, naquele sitio, com aquelas pessoas. Não fazia a menor ideia que isto podia acontecer, que podia acontecer assim tão depressa, afinal, só se passaram uma semana e dois dias. Mas, como parece, aconteceu e eu, sem pensar duas vezes, respondi automaticamente que sim. Era a resposta a um dos meus recentes textos, dos textos que ele tanto gosta de ler. Era o meu coração a sentir que, finalmente, podia voltar a confiar em alguém, a estar com alguém, tanto a receber como a dar carinho. Era, mais ou menos, um sonho realizado. Uma coisa inexplicável. Era, eu e ele, juntos, numa relação.

9 comentários:

  1. Adorei, estou a seguir *

    ResponderEliminar
  2. que loveee , a parte melhor

    « com aquelas pessoas » ^^

    ResponderEliminar
  3. Oh mas tens de descansar, senão não aproveitas nada, depois sentes-te muito cansada! Eu percebo que os nervos e ansiedade sejam muitos, mas eles não nos podem vencer! :D
    Adorei o texto, estes momentinhos são perfeitos, estou muito feliz por ti querida :')

    ResponderEliminar
  4. felicidades bebé :)

    ResponderEliminar
  5. é tao lindo o amor :b

    ResponderEliminar
  6. Aproveita e diverte-te muito querida :D

    ResponderEliminar

sem medos, nem vergonhas, todos somos seres humanos.