músic

quarta-feira, 26 de janeiro de 2011

respondes(-me)?



Já vai no terceiro dia consecutivo que não me importo, minimamente, com a tua presença. Tal como tu estás ai, eu estou aqui e tal como tens os teus amigos, eu tenho os meus. Resumidamente e sem desculpas, evito olhar para ti, mas acredita que é dificil. Gostaria apenas de saber se será assim para sempre (?) Tinhamos uma relação tão boa, uma amizade tão pequena, mas ao mesmo tempo tão grande, que eu gostava de reconstruir. Gostava de voltar a abraçar-te, mesmo que fosse só um simples abraço; gostava de me sentir como me sentia quando ainda nem sonhava contigo, quando te dizia olá super contente, porque os teus olhos eram encantadores. Sinceramente, não te acho uma perda de tempo, mas uma falta de realismo.

2 comentários:

  1. Anónimo26.1.11

    não estás nas coisas pequenas, como poderás estar nas mais importantes ?

    ms.

    ResponderEliminar
  2. obrigado pelos comentários, estou a seguir-te (:

    ResponderEliminar

sem medos, nem vergonhas, todos somos seres humanos.