músic

sábado, 19 de março de 2011

PARIS ♥


Então e se tudo fosse como nós queremos, como nós pensámos e como nós planeámos? Onde estava a adernalina das coisas más, as tristezas? Onde estava o saber sofrer, o aprender a saber sofrer? Não estava. Não basta olhar para aquilo que queremos, para aquilo que planeamos e realmente, acontece. É importante ver a nossa mudança, os nossos actos, as coisas erradas e certas que vamos fazendo ao longo da vida. «E para isso, o que é preciso?» Preguntam voces. É preciso guardar recordações, ir escrevendo, não digo, diáriamente, mas as coisas que nos vão marcando, sejam elas positivas ou negativas. Assim como eu, e todas as pessoas que frequentam blogger, fazem. E é assim que eu continuarei a fazer, quando estiver naquela bela cidade, chamada Paris. Irei tirar imensas fotografias, uma vez que é uma expriencia quase única na vida. Irei tirar e partilhar convosco. No entendo, há duas coisas: uma boa e uma má. Começando pela má: ainda faltam 24 dias e eu estou numa enorme ansiedade, seguindo para a boa: vou com companhias fantásticas ;)

5 comentários:

  1. eu penso assim, mas sei que há excepções à regra. quando não valorizam o nosso esforço, a nossa luta, ou quando sabemos que nunca sairemos vencedores, devemos desistir, pelo bem de nós mesmos. sei que desistir é difícil, principalmente quando se ama muito algo. mas, se esse «algo» não valer o nosso esforço e se mostrar deselegante connosco, então, não devemos fazer uma pausa, mas devemos colocar um ponto final em tudo. eu não tenho medo de desistir. tenho medo de não lutar o suficiente e desistir cedo demais.
    pelo teu comentário, deu para entender que és uma lutadora e que, por algum motivo, tiveste de desistir. se esse motivo foi forte e válido, então, nesse caso, a única opção era mesmo desistir. e ninguém deve sentir-se mal por isso. se era o único caminho, ou se era o melhor para nós, que têm os outros a ver com isso? desistir não faz de nós falhados. faz de nós pessoas ponderadas, porque sabíamos que algo não ia terminar bem!
    desejo-te força. para tudo o que passou e que há-de passar! (:

    ResponderEliminar
  2. com o tempo, sem dúvida, aprendemos a ultrapassar tudo. e, aquilo que nós pensamos que já sabemos, reaprendemos de novo. o tempo volta a ensinar-nos, mas de formas diferentes, mais fáceis. é assim que temos de pensar. sempre.

    ResponderEliminar
  3. aproveita porque é uma bela cidade *.*

    ResponderEliminar
  4. Fico a espera de ver as fotos e vais ver que os dias que faltam passam num instante!

    ResponderEliminar
  5. Adorava conhecer Paris, com alguem muito especial :)

    ResponderEliminar

sem medos, nem vergonhas, todos somos seres humanos.