músic

quarta-feira, 16 de março de 2011

«the end»



Foi o fim, as últimas lágrimas que caíram por ti. Invadiram-me por completo a cara, lágrimas pretas, não de rímel e maquilhagem, lágrimas de dor. Lágrimas de dor, porque um dia, ganhei coragem e larguei o mundo, a ponte que me segurava e agarrei-me somente a ti. Prometes-te nunca mais voltar a largar-me. Agarrar-me para sempre, mas, infelizmente, isso não aconteceu. Acabas-te por me largar, por me deixar cair. A dor foi imensa, pois a ponte já não era suficientemente forte para me segurar, pois ao longo dos tempos, foi desgastando e desgastando cada vez mais. Por um lado agradeço-te, agradeço-te porque assim, assim não voltarei a cair no mesmo erro, a cair em ti, a entregar-me de alma e coração, sem primeiro pedir uma única justificação. Conseguis-te ser a pessoa mais arrogante do mundo comigo, pela maneira como falas-te comigo e sobretudo, pelo que me desses-te. Nunca pensei ouvir isso de ti, mas na verdade, ouvi. Ouvi e não ouvi mal, quem me dera que assim tivesse acontecido. Percebi o teu interesse deste inicio. Não, não o respeitei, porque eu queria-te mais que tudo. Eu amava-te – amava-te, já não te amo. E tu agora perguntas-me «esqueceste-me de um minuto para o outro?» Não, não te esqueci de um minuto para o outro, mas as palavras estúpidas que me desses-te e da maneira bruta como desses-te, não caíram nada bem no meu estômago e a minha digestão parou. Como tanto querias, para ti, MORRI! E isto, isso sim, foi o «the end»

7 comentários:

  1. força minha linda...

    ResponderEliminar
  2. Força querida. Sigo-te , acompanhas-me ? (;

    ResponderEliminar
  3. aparece pra seguir em baixo do meu texto querida.

    ResponderEliminar
  4. De nada ^^
    É um prazer.
    Obrigada :) É sempre bom quando gostam do que fazemos :)

    *

    ResponderEliminar
  5. eu ponho na pen e amanha dou-te , ok (?)

    ResponderEliminar
  6. muita força :$ é bom quando admitimos que chegou ao fim ;$ isso ja é um recomeço !

    ResponderEliminar

sem medos, nem vergonhas, todos somos seres humanos.