músic

quinta-feira, 13 de janeiro de 2011

nunca quis tanto voltar a escola.


- Acordo as sete da manhã, para tomar medicamentos, volto a adormecer, acordo as dez sempre com chamadas a entrarem-me no telemóvel, penso que sejam as saudades, pois à quatro dias que não vou a escola;  ligo a televisão e vejo desenhos animados, assim que começam aqueles horríveis, desligo e levanto-me, dou uma voltinha pela casa, sento-me na cozinha a pensar no dia de amanha, vou as janelas ver o bonito sol matinal, roer-me de inveja por não poder sair de casa, faço a minha cama e venho, como agora, ao computador; almoço e as minhas tardes são passadas, normalmente, a ver dvd's -
Juro que me começo a habituar a esta rotina, e tudo porque 'estou' doente. Bem, na verdade, já  me sinto bem. E isto para dizer que, amanhã estou de regresso a escola e como tal,  não sei quando volto a escrever.

1 comentário:

sem medos, nem vergonhas, todos somos seres humanos.